O que é Infiltração de Água no Solo?

Os solos são corpos compostos por partes sólidas, liquidas e gasosas, sendo que todas elas influênciam na infiltração de água no solo.

A infiltração de água no solo é uma parte do ciclo hidrológico. Após uma precipitação, a água pode tomar diferentes caminhos. Inicialmente, ela infiltra no solo, até o momento que este se torna saturado (cheio de água), e começa a escoar pela superficie.

O processo de infiltração começa com valores altos, quando o solo encontra-se insaturado, e tende a um resultado constante, pois os poros do solo estarão cheios d’água, tornando-se verdadeiras tubulações.

Podemos observar esse processo no solo dividindo as suas camadas, conforme estas vão se saturando. Na parte superior do solo, temos a Zona de Saturaçao (camada onde a água já preencheu todos os poros); Abaixo dela, temos a Zona de Transição, onde há uma redução na umidade do solo; Em seguida temos a Zona de Trasmissão, onde a quantidade de água torna-se constante, e temos a Zona de Umedecimento, onde há grande redução da umidade no solo.

Após todas essas camadas, temos a Frente de Umedecimento, região que podemos visualizar o avanço da água no solo, sendo caracterizada pelo alto gradiente hidráulico (diferença na quantidade de água entre dois pontos no solo).

Como medir a infiltração de água no solo?

Existem várias formas de mensurar a infiltração de água no solo, seja para medir a velocidade de infiltração básica ou a condutividade hidráulica.

Algumas técnicas são:

  • Anéis Concêntricos;
  • Vala de Infiltração;
  • Permeâmetros (Boltwell, Guelph ou Aardvark).

Dependendo do empreendimento e da necessidade, um ensaio de infiltração será mais adequado que o outro.

Por que medir a velocidade de infiltração de água no solo?

A velocidade de infiltração é analisada em projetos de irrigação, aterros sanitários, depósitos de rejeito de mineração e dimensionamento de tanques sépticos.

Em projetos de irrigação, ela definirá a quantidade de água a ser colocada no solo, de forma que não seja gerado escoamento superficial ou completa saturação do solo, perdendo água por infiltração. Toda água deve ser utilizada pelas plantas.

Em aterros sanitários e depósitos de rejeitos, ensaios de infiltração (ou permeabilidade) são realizados quando a camada impermeabilizante deles é construída com material argiloso.

O material argiloso é compactado de forma a reduzir os vazios do substrato, ou seja, seus poros. A literatura científica, e várias legislações ao redor do mundo, estabelecem que a compactação deve resultar em condutividades hidráulicas inferiores à 10^-7 cm/s.

Em tanques sépticos, a velocidade de infiltração será utilizada para o seu dimensionamento, pois em solos argilosos, onde a infiltração de água será baixa, o tamanho dessas estruturas será maior, de forma a reter mais efluentes, ou a quantidade de efluentes despejados será menor.

Quem realiza tais ensaios?

Conforme a sua necessidade profissional, a Atta Engenharia realiza ensaios de infiltração por vala de infiltração, seguindo os procedimentos da NBR 13.969 e da ABGE (2013), entre em contato conosco e solicite um orçamento.

Lembrando que seu laudo de ensaio de infiltração será elaborado utilizando linguagens de programação como R e LaTeX. O que isso signigica? Confira um laudo modelo abaixo e veja as diferenças.

[IMAGEM DO LAUDO GERADO COM R E LATEX].

 

Fontes consultadas:

ABGE (2013). Ensaios de Permeabilidade em Solos – Orientações para sua Execução no Campo.

NBR 13.969 – Tanques Sépticos – Unidades de Tratamento Complementar e Disposição Final dos Efluentes Líquidos – Projeto, Construção e Operação.

SOBRINHO, Teodorico Alves et al. Infiltração de água no solo em sistemas de plantio direto e convencional. Rev. bras. eng. agríc. ambient.,  Campina Grande ,  v. 7, n. 2, p. 191-196,  Aug.  2003.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *